O fim do ano vai chegando e todos pensam que querem ficar em forma para as férias e para aproveitar o verão, apesar disso, nem todos se preocupam em exercitar o cérebro. Sim! Nosso cérebro precisa de um “treino” também, sabia?

Quando o cérebro não é estimulado, temos uma maior chance de sermos acometidos por esquecimentos e de termos problemas de memória devido a um cérebro “preguiçoso”, e então paramos de agir com a rapidez e agilidade que deveríamos.

Especialistas em memória podem nos ajudar a criar uma série de exercícios “bons para a cuca”, a primeira e mais importante coisa a perceber sobre o seu cérebro é que não importa a sua idade, você pode exercitá-lo em qualquer tempo. Com um pouco de prática, todos nós podemos aprender alguns truques mentais para manter a mente afiada.

O neurocientista norte-americano, Lawrence Katz, autor do livro Mantenha seu Cérebro Vivo, elaborou o que é chamado de neuróbica, ou seja, uma ginástica específica para o cérebro, segundo ele, você só estimula o cérebro se o exercitar, assim terá menor chance de problemas cerebrais, como demência e doenças cognitivas.

A neuróbica de Katz propõe uma série de exercícios cerebrais, com o objetivo de manter o cérebro ágil e saudável, confira suas dicas e exercite-se!

Dica #1: Quebre a rotina de vez em quando.

Sair da rotina nos auxilia a mudar padrões de pensamento que nos levam a fazer as coisas no piloto automático. Varie o braço em que usa seu relógio de pulso; ande pela casa de trás para frente; vista-se de olhos fechados; veja as horas num espelho; troque o lado do mouse do computador; escove os dentes utilizando as duas mãos; introduza pequenas mudanças nos seus hábitos cotidianos, transformando-os em desafios para o seu cérebro. Faça alguma atividade diferente com seu outro lado do corpo e estimule o seu cérebro. Se você é destro, você pode fazer treinamentos escrevendo com a mão esquerda, que tal?

Dica #2: Exercite a memória fazendo associações por imagens.voce-tem-o-habito-de-exercitar-seu-cerebro

Nossos cérebros são melhores em lembrar imagens, sabia? Muitas vezes as coisas que temos que memorizar são coisas difíceis e essencialmente abstratas para o nosso cérebro, mas se você optar por associá-las a imagens em sua mente, relacioná-las com o que você já conhece (criar associações significativas), então você instantaneamente irá torná-las mais fáceis de guardar!

Aqui está um grande exemplo: lembre-se da sua lista de compras, agora crie uma série de imagens significativas para cada item, digamos que você tenha que comprar espinafre, berinjela, leite e bananas, em vez de apenas memorizar cada palavra, memorize cada palavra como uma imagem em uma pequena história engraçada, fazendo uma conexão entre todos os itens. Neste exemplo, imagine: Popeye, o marinheiro, está plantando berinjelas e regando com leite em vez de água, e adivinha o que brota? Bananas! Histórias bizarras sempre são as mais memoráveis, além de divertidas.

Dica #3: Experimento o novo.

Descobrir novas possibilidades ajuda muito o cérebro a exercitar-se. Veja uma lista de coisas novas que você pode fazer:

  • Experimente comidas diferentes;
  • Quando for sair, utilize um percurso diferente do habitual;
  • Veja fotos de cabeça para baixo concentrando-se em pontos que não tinha reparado;
  • Pense em vários adjetivos para uma imagem nova;
  • Quando estiver comendo, tente identificar os ingredientes e concentre-se nos sabores;
  • Selecione uma frase que gosta e tente formar uma frase diferente utilizando as mesmas palavras;
  • Jogue um jogo ou pratique qualquer atividade que nunca tenha tentado antes;
  • Compre um quebra cabeças e tente encaixar as peças corretas o mais rápido que conseguir, cronometrando o tempo. Repita a operação e veja se progrediu;
  • Recorrendo a um dicionário, aprenda uma palavra nova todos os dias e tente usá-la nas conversas que tiver;
  • Ao ler uma palavra pense em outras cinco que começam com a mesma letra.

Dica #4: Mantenha-se fisicamente ativo

O cérebro requer fluxo de sangue para funcionar sem problemas. Trabalhar o corpo manterá sua circulação ativa. Uma coisa simples que você pode inserir em sua rotina é a caminhada ou o exercício de agachamento, excelentes para a circulação sanguínea, 3 séries de 10 agachamentos com um intervalo de 30 segundos entre elas já é um bom começo!

Clique aqui e confira a forma correta de fazer o exercício de agachamento.

Dica #5: Mantenha hábitos saudáveis de alimentação

A máxima “você é o que você come” é verdadeira, nosso cérebro é composto por 40% de DHA, gordura essencial encontrada no ômega-3, sendo assim uma das coisas mais importantes que você pode incluir na sua dieta para manter o cérebro saudável é o DHA. A fonte mais comum de DHA é o peixe de mares profundos e as algas, mas é difícil comer peixe e algas diariamente, não acha? Se este for o seu caso, você pode incorporar o óleo de peixe ou um suplemento de DHA de algas em sua rotina diária.

E então, já está preparado para começar o seu treinamento cerebral? Pratique essas cinco dicas quantas vezes você puder, de preferência em uma base diária, assim você estará no topo da sua capacidade mental, não importando a sua idade!

Gostou dessas dicas Vitais? Então compartilhe!