Cupom 15% OFF
Procurando data

anti-inflamatório

Saúde 19 de fevereiro de 2020

Alimentação x envelhecimento, qual a relação?

Alimentação x envelhecimento, qual a relação entre eles?

“Coma bastante para ficar forte e saudável’’. Você, certamente, já ouviu essa máxima em algum momento da sua vida. Pois saiba que apesar de bem intencionada, essa “dica” não é assim tão verdadeira não.

O “New England Journal of Medicine”, a revista médica de maior circulação, publicou estudo recente que diz exatamente o contrário.

Qualidade de vida, Saúde 8 de maio de 2018

Açafrão-da-terra e Cúrcuma: você sabia que são a mesma coisa?

Com certeza você já ouviu falar em açafrão-da-terra e cúrcuma. Mas sabia que estes são dois nomes para a mesma raiz? Isso mesmo! O açafrão-da-terra e a cúrcuma são diferentes nomes de uma herbácea (originária da Ásia) da família do gengibre.

Mas além do nome, o mais importante é que esta raiz é considerada a erva mais poderosa do planeta e mundialmente usada na prevenção e no combate à várias doenças!

Qualidade de vida, Saúde 10 de abril de 2018

Você sabe como prevenir o envelhecimento de dentro para fora?

O processo de envelhecimento é inevitável. Infelizmente ainda não surgiu uma tecnologia ou produto que possa fazer com que nossa aparência fique jovem para sempre.

Mas a boa notícia é que se você cuidar da sua alimentação, praticar exercícios físicos regularmente e mantiver uma rotina com produtos de beleza, para você, a passagem dos anos será menos visível e você ainda terá uma aparência saudável.

Saúde 4 de julho de 2017

10 razões para você ter gengibre em casa

O gengibre é cheio de macro e micronutrientes, ácidos graxos e aminoácidos, dessa forma, é classificado como uma das especiarias mais saudáveis ​​do mundo.

Há inúmeros bons motivos para incluir o gengibre em nossa alimentação diária. Este poderoso alimento não só traz um aroma e sabor distintos aos nossos pratos como também traz muitos benefícios para a saúde.

Saúde 20 de junho de 2017

Kefir: O que é e por que você deve usá-lo em sua dieta

O Kefir é uma bebida tradicional do Oriente Médio que gera incríveis benefícios para a saúde.

Nossos antepassados ​​estavam bem cientes de seu poder de cura, tanto é que o nome ‘kefir’ é originário da palavra turca ‘Keyif’, que significa ‘bom sentimento’. O Kefir é feito a partir de qualquer tipo de leite (vaca, ovelha, cabra, coco, lácteos, camelo) com a adição de um grão de “coliflor” ou “coral” gelatinoso ou branco que fermenta o leite. Há também um tipo de kefir cultivado em água adocicada, mas o mais comum ainda é o kefir de leite.

Saúde 2 de março de 2017

Óleo de peixe: um poderoso anti-inflamatório natural

Os benefícios do consumo de peixes gordurosos já são estudados em todo o mundo, a gordura poli-insaturada e rica em ômega 3 contida nos peixes de mares profundos e gelados, como o salmão selvagem, o atum, a anchova, a sardinha e o arenque, associada a uma dieta equilibrada e bons hábitos de vida, promovem saúde e nutrição integrais em pessoas de todas as idades.

Eu Bem Melhor, Faz Bem Estar Bem, Isso é Vital 7 de junho de 2016

Própolis verde – por um inverno livre de resfriados

O uso medicinal da própolis tem uma longa história que data de 350 a.C. Os gregos usavam a própolis para tratar abscessos; os assírios usavam para curar feridas e tumores e egípcios usavam para a mumificação. Na Europa, a própolis era usada para aliviar a inflamação e febre, e na Segunda Guerra Mundial foi usada para tratar as feridas sofridas na batalha. A própolis ainda tem muitos usos medicinais hoje e a cada dia vem mostrando sua eficácia como potencializador da imunidade, anti-inflamatório, antibacteriano, antiviral, antioxidante, e antitumoral.

própolis é utilizada para aftas e infecções causadas por bactérias e por vírus, por fungos e por organismos unicelulares chamados de protozoários. A própolis também é usada para o câncer de nariz e garganta; para estimular o sistema imunológico; e como coadjuvante no tratamento de problemas gastrointestinais, incluindo a infecção por Helicobacter pylori, na doença de úlcera péptica.

No inverno, com tanta instabilidade climática – ora sol, ora vento gelado, ora chuva – nossa imunidade acaba sofrendo uma queda e dá espaço à proliferação de bactérias existentes em nosso organismo, que fica suscetível a gripes, resfriados e inflamações causadas por essas bactérias. Outro fato que não nos atentamos, é que no frio tendemos a ficar mais juntinhos, com as janelas dos ambientes fechadas, o que favorece também a proliferação de bactérias e a transmissão de vírus.

A própolis verde rica em Artepillin C, aliada a uma alimentação balanceada e noites bem dormidas, pode auxiliar no fortalecimento da imunidade e combate de possíveis gripes e inflamações.

Artepillin C

Você sabia que o Artepillin C isolado a partir da própolis verde brasileira, possui várias atividades, tais como antimicrobiana, indutora de apoptose, imunomoduladora, antioxidante, anti-inflamatória e, mais importante, as propriedades antitumorais?  Com base na literatura científica, polifenóis e “ácidos”  encontrados naturalmente na própolis verde, estão sendo estudados para ajudar a reduzir o risco de várias doenças que ameaçam a vida.

Os japoneses descobriram – e patentearam – o efeito anticancerígeno da própolis verde, cuja principal substância responsável por este efeito é Artepillin C.

“Uma das atividades biológicas que este composto apresenta é a indução da morte das células cancerígenas sem afetar as células normais”, afirma o químico alemão Andreas Gausch.

A própolis verde aliada a uma vida leve e feliz, não há inverno que chegue perto de sua imunidade!

Destaques, Eu Bem Melhor, Faz Bem Estar Bem, Isso é Vital 15 de março de 2016

Alimentos anti-inflamatórios

Os médicos estão aprendendo que uma das melhores formas para dominar a inflamação não está no armário de remédios, mas na geladeira.

Seu sistema imunológico ataca qualquer coisa em seu corpo que reconhece como estranho, como um micro-organismo invasor, pólen de plantas ou químicas, e este processo é chamado de inflamação. Impulsos intermitentes de inflamação são dirigidos aos invasores verdadeiramente ameaçadores para proteger a sua saúde.

No entanto, por vezes a inflamação persiste dia após dia, mesmo quando você não está sendo ameaçado por um micro-organismo estranho. É nessa hora que a inflamação pode se tornar sua inimiga. Muitas doenças graves que nos afligem, incluindo câncer, doenças cardíacas, diabetes, artrite, depressão e Alzheimer têm sido associadas a inflamação crônica.

Uma das ferramentas mais poderosas para combater a inflamação não vem da farmácia, mas da mercearia. “Muitos estudos experimentais têm mostrado que alguns componentes de alimentos ou bebidas podem ter efeitos anti-inflamatórios,” diz o Dr. Frank Hu, professor de nutrição e epidemiologia do Departamento de Nutrição de Harvard.

Escolha os alimentos certos, e você será capaz de reduzir os riscos de doença, assim como se escolher os errados, você poderá acelerar o processo inflamatório.

Alimentos promotores de Inflamação

Tente evitar ou limitar esses alimentos, tanto quanto possível:

  • carboidratos refinados, como pão branco e doces
  • batatas fritas e outros alimentos fritos
  • refrigerantes e outras bebidas adoçadas com açúcar
  • carne vermelha (hambúrgueres, carnes) e carne processada (linguiça, salsicha)
  • margarina, gordura e banha de porco

Não surpreendentes, os mesmos alimentos que contribuem para a inflamação são geralmente considerados ruins para a nossa saúde, incluindo refrigerantes, carboidratos refinados, bem como a carne vermelha e carnes processadas.

“Alguns dos alimentos que têm sido associados com maior risco para doenças crônicas, como diabetes tipo 2 e doenças cardíacas também estão associados com a inflamação em excesso”, diz Dr. Hu. “Não é surpreendente, uma vez que a inflamação é um mecanismo subjacente importante para o desenvolvimento dessas doenças.”

Alimentos não saudáveis ​​também contribuem para o ganho de peso, o que em si é um fator de risco para a inflamação. No entanto, em vários estudos, mesmo depois que os pesquisadores levaram em conta a obesidade, a ligação entre alimentos e inflamação permaneceu, o que sugere o ganho de peso não é o único culpado. “Alguns dos componentes dos alimentos ou ingredientes podem ter efeitos independentes sobre a inflamação e acima de tudo, o aumento da ingestão calórica”, diz Dr. Hu.

Os alimentos que combatem à inflamação

Inclua com abundância esses alimentos anti-inflamatórios em sua dieta:

  • tomates
  • azeite
  • ômega 3
  • vegetais de folhas verdes, como espinafre, couve e couve chinesa
  • nozes, como amêndoas e castanhas
  • peixes ricos em gordura como o salmão, atum, sardinha e arenque
  • frutas, como morangos, amoras, cerejas, mirtilos e laranjas
  • especiarias como cravo, gengibre, alecrim, cúrcuma, orégano, tomilho e alho


Os alimentos anti-inflamatórios, por outro lado, são os alimentos que mostraram reduzir o risco de inflamação e com ela, doenças crônicas, diz o Dr. Hu. Ele observa, em particular frutas e legumes, como mirtilos, maçãs e folhas verdes, que são ricas em antioxidantes naturais e compostos polifenóis protetores, encontrados em plantas.

Estudos também têm associado as nozes a redução de inflamação, menor risco de doença cardiovascular e diabetes, assim como o ômega 3 de fonte animal auxilia a reduzir o processo inflamatório e estresse oxidativo.

Consumir alimentos anti-inflamatórios

Para reduzir os níveis de inflamação, em geral, siga uma dieta saudável. Se você está procurando um plano alimentar que siga de perto os princípios de uma alimentação anti-inflamatória, considere a dieta mediterrânea, que é rica em frutas, legumes, nozes, grãos integrais, peixes e gorduras boas.

Além de diminuir a inflamação, uma dieta mais natural e menos processada, ​​pode ter efeitos significativos sobre a sua saúde física e emocional. “Uma dieta saudável é benéfica não só para reduzir o risco de doenças crônicas, mas também para melhorar o humor e qualidade de vida em geral”, diz Dr. Hu.

css.php