“Ah, meu sistema imune deve estar baixo”. Geralmente as pessoas dizem isso quando ficam gripadas. Mas você sabe exatamente o que é o sistema imune, ou imunológico, e como ele defende nosso corpo de doenças?

Nós vamos explicar, mas antes saiba mais sobre o funcionamento do seu corpo:

O corpo

Nosso corpo está continuamente exposto a organismos que são inalados, ingeridos ou habitam nossa pele, membranas e mucosas.

Se estes organismos causam doenças ou não, isso depende da integridade dos mecanismos de defesa do nosso corpo, chamado de sistema imunológico.

Quando nosso sistema imunológico está funcionando corretamente, nem percebemos. Mas quando temos um sistema imunológico sub ou super ativo, corremos um risco maior de desenvolver infecções e outras condições de saúde.

Mas o que é o sistema imune?

É uma rede interativa de órgãos, células e proteínas que protegem o corpo contra bactérias, vírus, parasitas ou fungos que entram no corpo. Além disso, este sistema reconhece e neutraliza substâncias nocivas do meio ambiente e combatem as próprias células do corpo que sofrem alterações devido a algumas doenças.

As células do sistema imunológico se originam na medula óssea, em seguida migram para proteger os tecidos periféricos, circulando no sangue e no sistema linfático.

Quando nosso sistema imunológico está funcionando corretamente, nem percebemos, mas quando o desempenho dele está comprometido, é aí que surgem as doenças.

A subatividade do sistema imunológico resulta em infecções graves e tumores de imunodeficiência, enquanto a superatividade resulta em doenças alérgicas e autoimunes.

Como ele funciona?

o-que-voce-sabe-sobre-seu-sistema-imune-1

Para que as defesas naturais do nosso corpo funcionem sem problemas, o sistema imunológico deve ser capaz de diferenciar entre células, organismos e substâncias “próprias” e “não-próprias”.

Substâncias “não-próprias” são chamadas de antígenos, que incluem as proteínas nas superfícies de bactérias, fungos e vírus.

Quando as células do sistema imunológico detectam a presença de um antígeno, o sistema imunológico “lembra” as memórias armazenadas para se defender rapidamente contra patógenos conhecidos.

No entanto, nossas próprias células também têm proteínas de superfície e é importante que o sistema imunológico não funcione contra elas.

Normalmente, o sistema imunológico já aprendeu (em um estágio anterior) a identificar essas células como “auto”, mas quando identifica seu próprio corpo como “não-eu”, isso é chamado de reação autoimune.

A coisa surpreendente sobre o sistema imunológico, é que ele está constantemente se adaptando às mudanças dos vírus e bactérias para que o corpo possa lutar contra eles.

Doenças do Sistema Imune

o-que-voce-sabe-sobre-seu-sistema-imune-2

Alergias e Asma

As alergias são uma resposta inflamatória a substâncias ambientais normalmente inofensivas conhecidas como alérgenos, que resultam em uma ou mais doenças alérgicas, como asma, rinite alérgica, dermatite atópica e alergias alimentares.

Quando o corpo reage excessivamente a um alérgeno, como poeira, mofo ou pólen, causa uma reação imunológica que leva ao desenvolvimento dos sintomas de alergia.

Doenças de Deficiência Imune

Uma doença de imunodeficiência é quando o sistema imunológico está deficiente e reage muito lentamente a uma ameaça. Doenças de deficiência imunológica podem ser causadas por medicamentos, doenças, ou por um distúrbio genético, que é chamado de imunodeficiência primária.

Doenças autoimunes

Doenças autoimunes “avisam” o sistema imunológico para atacar as células e tecidos de próprio corpo em resposta a um gatilho desconhecido.

Exemplos de doenças autoimunes incluem artrite reumatoide, lúpus, doença inflamatória intestinal, esclerose múltipla, diabetes tipo 1, psoríase, doença de Graves (tireoide hiperativa), doença de Hashimoto (hipoatividade da tireóide) e vasculite.

Conheça agora seis alimentos naturais que podem melhorar sua imunidade:

1 – Própolis verde

o-que-voce-sabe-sobre-seu-sistema-imune-3

Por ser especialmente rica em um tipo de flavonoide chamado Artepillin C, a própolis verde possui diversas propriedades biológicas que melhoram a imunidade e que já foram comprovadas por pesquisas em todo o mundo.

Ela possui uma significativa ação antioxidante, anti-inflamatória e antibacteriana, podendo prevenir várias doenças como como anginas, amigdalites, faringite, laringite, gengivite, estomatites, abcesso dentário, sinusites, bronquites, pneumonias, gripes, rinites e muitas outras.

Uma das grandes vantagens desta substância natural, diferentemente do que ocorre com os antibióticos produzidos em laboratórios, é que as bactérias não desenvolvem resistência à própolis.

E mais: além de ser muito indicada para o tratamento de bactérias, a própolis mostra-se muito eficiente para combater alguns tipos de vírus, como os que causam herpes, gripes, resfriados e conjuntivite.

2 – Gorduras do bem

O consumo de gorduras saudáveis é essencial para a nossa saúde e a melhor delas é o ômega 3. Os ácidos graxos ômega 3 incluem o ácido alfa-linolênico (ALA) – encontrado na linhaça – o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosahexaenóico (DHA) – encontrados nos peixes selvagens de águas salgadas e profundas e algas.

Os ômegas 3 são considerados os tipos de gordura mais benéficas para a saúde humana, já que participam de inúmeros processos químicos importantes em nosso corpo, evitando diversas doenças degenerativas e mantendo a nossa imunidade lá em cima.

3 – Probióticos

Seu corpo contém dez vezes mais bactérias do que células. Bactérias amigáveis não só atacam bactérias e fungos patogênicos, mas também desencadeiam reações apropriadas de células brancas aos invasores.

Surpreendentemente, uma das principais funções das bactérias amigáveis é estimular seu sistema imunológico. Ao comer alimentos ricos em probióticos, como Kefir e Kombucha, por exemplo, você certamente irá manter uma boa flora intestinal e um sistema imunológico saudável.

4 – Óleo de coco prensado a frio

o-que-voce-sabe-sobre-seu-sistema-imune-4

O Óleo de Polpa de Coco prensado a frio também pode ser um excelente agente antiviral, antibacteriano e antimicrobiano, protegendo a saúde de todo o corpo.

A razão desse benefício é a semelhança deste óleo com o leite materno. De acordo com a nutricionista Larissa Marin, isso acontece devido à presença do ácido láurico, que se transforma em monolaurina, uma substância presente no leite materno. “Alguns estudos têm mostrado que a monolaurina pode impedir a proliferação bacteriana, desestabilizando a camada lipídica de algumas bactérias”, afirma a especialista.

Além de destacar os benefícios desse óleo, Larissa explica que é importante primar por sua qualidade: “Para que todos seus nutrientes sejam aproveitados, é fundamental que o óleo de coco seja obtido por legítima prensagem a frio, o que garante a integridade e pureza de seus fitoquímicos naturais”.

5 – Óleo de orégano prensado a frio

O óleo essencial de orégano prensado a frio fornece proteção contra infecções virais. Isso significa que ele ajuda a fortalecer sua imunidade contra a caxumba, sarampo, varíola e outras doenças causadas por vírus.

Este impulso ao sistema imunológico ajuda também o corpo a se defender contra infecções virais mortais e até mesmo distúrbios autoimunes. O óleo essencial de orégano também estimula a produção e a função dos glóbulos brancos, que são a principal linha de defesa do corpo.

E mais: este óleo também pode proteger seu corpo contra infecções bacterianas como: infecções no cólon e no trato urinário, febre tifóide, cólera, feridas, infecções cutâneas e intoxicação alimentar. Além disso, os efeitos antibacterianos do orégano não prejudicam as células de defesa do corpo.

6 – Óleo de gergelim prensado a frio

Entre seus compostos estão dois ácidos graxos poli-insaturados antioxidantes: a sesamina e a sesamolina. Eles regulam compostos conhecidos como eicosanóides, responsáveis por melhorar a imunidade do corpo. Para obter todos estes benefícios, o óleo de gergelim deve ser obtido in natura ou prensado a frio, e é uma das opções mais saudáveis de óleo vegetal que existe!

Dica de saúde

Se você quiser melhorar sua imunidade com suplementos naturais, a Vital Âtman tem uma boa notícia: o Vital Real contém Vitamina E com óleos de linhaça, gergelim prensados a frio e Própolis Verde extraída pelo método Wax Free, que retira as impurezas, deixando apenas os componentes bioativos.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe com sua família e amigos afinal compartilhar saúde é Vital!

Referências:
healthline.com
prevention.com
draxe.com
organicfacts.net
A Própolis Verde e Suas Propriedades

Conheça os principais benefícios do chamado Ouro Verde da Natureza em um único e-book

Baixe gratuitamente o e-book: A Própolis Verde e Suas Propriedades

Baixe nosso E-book grátis