Você que pratica esporte, já sabe dos benefícios que a atividade física tem para seu corpo, certo? E quanto à alimentação? Já pensou em inserir óleos naturais na sua dieta? Mas calma, eles não engordam!

Estudos têm comprovado que alguns tipos de gorduras boas, como o ômega 3, podem fazer com que o corpo acumule menos toxinas e menos gorduras, favorecendo o emagrecimento, a perda de massa gorda e o ganho de massa magra. Além de promover estes benefícios, óleos como o de linhaça, gergelim e girassol, podem auxiliar na melhora do sistema imunológico e na recuperação mais rápida das fibras musculares.

Quer saber mais? Então conheça todos os benefícios destes nutrientes:

1 – Óleo de linhaça

Sua altíssima concentração de ômega 3 pode ajudar os esportistas das seguintes formas:

o-omega-3-pode-ajudar-na-pratica-de-exercicios-fisicos2

–  Ativa o metabolismo e ajuda no emagrecimento: este é um dos principais objetivos das pessoas que praticam exercícios. Mas como isso é possível? É que o excesso de peso e a obesidade são consideradas inflamações crônicas do organismo. Dessa forma, combatendo o  processo inflamatório, a linhaça  ajuda  no emagrecimento!  No entanto, para obter a perda de peso com o óleo de linhaça, é necessário associá-la a uma dieta equilibrada;

– Auxilia na recuperação dos músculos: os efeitos anti-inflamatórios da linhaça também podem ajudar a acelerar o tempo de recuperação dos músculos entre as sessões de exercícios;

o-omega-3-pode-ajudar-na-pratica-de-exercicios-fisicos1

– Auxilia na prevenção do diabetes tipo 2: a atividade física e a ingestão do óleo de linhaça podem ser ótimos para evitar essa doença. Combinados, eles otimizam a ação da insulina aumentando a absorção da glicose pelas células. Segundo a Academia de Ciências de Nova York, os ácidos graxos ômega-3, como os contidos no óleo de linhaça, podem melhorar a sensibilidade do corpo à insulina, o que ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue. Então, suplementar a dieta com óleo de linhaça, pode melhorar o metabolismo da glicose e diminuir a probabilidade de desenvolver o diabetes do tipo 2;

– Ajuda no combate a dor – este é um efeito colateral muito comum entre os esportistas. Com o tempo, algumas pessoas podem desenvolver inflamações crônicas, que podem ser combatidas com as propriedades anti-inflamatórias do óleo de linhaça. Este nutriente também pode prevenir lesões e melhorar a saúde dos ossos, o que é importantíssimo para quem pratica esporte;

Mas atenção! Se você optar pela ingestão do óleo de linhaça através de suplementos, certifique-se de comprar um produto que tenha sido extraído de maneira 100% natural, ou seja, 100% a frio. Somente com esse método é possível garantir que todos os nutrientes funcionais da linhaça sejam conservados no resultado final do óleo.

2 – Óleo de gergelim

Pesquisas mostram que este óleo, extraído a frio, contém substâncias que podem ajudar no emagrecimento e ainda melhorar seu desempenho durante a atividade física. Veja como:

o-omega-3-pode-ajudar-na-pratica-de-exercicios-fisicos

Ajuda a queimar calorias

 Os compostos sesamina e sesamolina, presentes no óleo de gergelim extraído a frio, aumentam a ação da vitamina E, responsável pela formação dos músculos. Por sua vez, os músculos melhoram o desempenho físico, fazendo com que você queime mais calorias durante a atividade física;

Contém lignanas

De acordo com pesquisas, as lignanas, encontradas nas sementes de gergelim, podem ajudar queimar mais gordura pois inibem a absorção e a formação do colesterol;

Auxilia no combate a inflamações

A prática constante de exercícios pode fazer com que algumas pessoas sintam dores e desenvolvam processos inflamatórios. O cobre é uma substância anti-inflamatória natural, e os altos níveis desse mineral encontrados no óleo de gergelim, podem ajudar a reduzir o inchaço das articulações, fortalecer os ossos e vasos sanguíneos, ajudando a mantê-los fortes e resistentes por muitos anos, sem dores e  inflamações;

Existem várias formas de ingerir a semente e o óleo de gergelim: as sementes podem ser polvilhadas nas saladas, molhos e acrescentadas ao seu iogurte. Já o óleo pode ser adicionado à sua dieta em forma de suplementos, lembrando que para ter as propriedades funcionais preservadas, ele deve ser extraído a frio!

3 – Óleo de semente de girassol

Contém mais gorduras poli-insaturadas do que qualquer outro óleo vegetal comumente usado, além de uma grande quantidade de ácidos graxos, como o ácido palmítico, ácido esteárico, ácido oleico e ácido linoleico. Veja o que ele pode fazer para quem gosta de se exercitar:

sunflower oil, seed and sunflower on the background of wooden boards

Fornece energia e disposição

O teor de ácidos graxos no óleo de girassol está ligado a maiores níveis de energia no corpo. Enquanto as gorduras saturadas (dos óleos refinados) podem fazer com que você se sinta lento, as gorduras insaturadas, ricas no óleo de girassol, podem mantê-lo com mais disposição.

Pé de atleta

Pesquisas sugerem que o óleo de girassol também é um remédio efetivo para tratar o pé do atleta (Tinea pedis), uma infecção fúngica que ataca a área entre os dedos dos pés. A aplicação tópica do óleo de girassol pode ajudar a tratá-la mais rapidamente;

Protege a pele

O óleo de girassol, rico em vitamina E, está relacionado à saúde da pele, pois pode protegê-la dos danos causados pelo sol, o que é muito bom para quem se exercita ao ar livre.

Contém proteínas 

São essenciais para nosso organismo durante a prática do exercício físico. Elas também são vitais para a construção e reparação de tecidos e produção de hormônios e enzimas em nosso corpo.

Suplementos

Além da alimentação, você também pode obter todos esses benefícios através de bons suplementos. Um deles é o Ômega Blend, da Vital Âtman que foi especialmente desenvolvido para quem pratica esporte. Feito com um mix dos óleos de linhaça, gergelim e girassol, todos 100% naturais e prensados a frio, é rico em ômegas 3, 6 e 9.  É o produto ideal para auxiliar quem deseja estar com a saúde e o peso em dia e potencializar o treino e a dieta saudável.

Gostou de saber um pouco mais sobre o Ômega 3 e como ele pode auxiliar no desempenho esportivo? Compartilhe com sua família e amigos, compartilhar saúde é Vital!

                                                                                                                                                                                                                             

Referências:
healthyeating.sfgate.com
livestrong.com
foodandfitness.co.uk
natureword.com
alkanater.com
rd.com/health
organicfacts.net
stylecraze.com