Para você que se interessa por saúde, você sabe como anda a saúde das pessoas no Brasil e ao redor do mundo?

Desde 2005, a Organização Mundial de Saúde (OMS) publica um relatório geral sobre a saúde em todo o planeta. Este importante documento contém informações de 194 países e usa indicadores de mortalidade, doenças e do sistema de saúde, resultando em um rico material para análise e planejamento de ações em favor da saúde no mundo todo.

De acordo com dados atualizados da OMS, a esperança de vida no mundo e também a do brasileiro está maior. De 2000 até 2015 houve um aumento de 5 anos na média de vida dos cidadãos de todo o globo!

1

(Aumento da expectativa de vida do brasileiro subiu para 75 anos em 2016)

No Brasil, a expectativa de vida subiu de 62,57 anos em 1980 para 75 anos em 2016, o que é um indicador intermediário. Em relação ao restante da América Latina, estamos numa posição superior à países como Paraguai e Bolívia, mas atrás de Chile, Cuba e Uruguai. (Veja aqui a tabela completa dos países)

As razões para o aumento da longevidade do brasileiro estão relacionadas ao nosso crescimento econômico nos últimos anos, acesso ao saneamento básico, condições melhores de higiene e saúde, mais educação, diminuição da mortalidade infantil e aumento do poder de consumo, porém, ainda estamos “engatinhando” quando o assunto é a medicina preventiva, que é muito mais avançada em países desenvolvidos como Japão e Suíça, que são os líderes em longevidade e possuem uma expectativa de vida superior aos 83 anos.

Pensando no aumento da qualidade de vida e da longevidade da população, a medicina preventiva tem se mostrado como uma prática vital, e é exatamente este o ponto chave que nós da Vital Âtman sempre frisamos e defendemos ao longo de toda a nossa história, a prática da prevenção!

E prevenção resume-se em práticas saudáveis, de nada adianta ter informação se não houver a prática diária de hábitos benéficos. Adotar um estilo de vida saudável ajuda muito a evitar doenças mesmo em quem tem predisposição genética, sabia disso?

Nós lançamos um E-Book sobre medicina preventiva, nele você poderá entender melhor sobre uma série de medidas que você pode tomar para se prevenir de doenças, aumentar sua qualidade de vida e sua longevidade, veja algumas das nossas dicas:

  • Escolha não consumir ou diminuir a quantidade de alimentos industrializados, com alta quantidade de sódio, conservantes, açúcares e ingredientes maléficos;
  • Descanse e procure maneiras de priorizar o seu sono;
  • Sorria mais e seja positivo, isso ajuda o cérebro a liberar mais endorfina, neurotransmissor relacionado a sensações de bem estar;
  • Prefira alimentos naturais e veja isso como uma dádiva! Consuma frutas, verduras, sementes oleaginosas, nozes e ervas aromáticas, que podem deixar sua alimentação ainda mais gostosa e claro, saudável;
  • Não fique parado! Seu corpo foi feito para se movimentar! Ande, corra, dance, suba escadas, saia da rotina e procure algum esporte ou atividade física que goste;
  • Visite um médico regularmente, faça “check-ups” e exames de prevenção;
  • Não se automedique quando surgirem dores ou desconfortos, quando esses sinais aparecem é seu corpo dando um recado de que algo não vai bem, procure um médico.

2

(Adotar um estilo de vida saudável inclui a prática diária de exercícios)

E então, percebeu como o aumento da longevidade das pessoas de um país também está relacionado ao que você mesmo faz por você e para se prevenir de doenças? A responsabilidade pela nossa expectativa de vida é uma questão muito importante e todos devemos estar abertos para abraçar um estilo de vida mais saudável, que nos conduza para uma velhice plena e tranquila, não acha?

Nos países ao redor do Mar Mediterrâneo, por exemplo, a cultura alimentar influencia diretamente na longevidade. Uma pesquisa atual considera a dieta mediterrânea a mais benéfica para o coração, Segundo estudos da Universidade de Barcelona, a cultura e rotina alimentar desta região é capaz de evitar aproximadamente 30% das mortes por ataque cardíaco, derrames e doenças cardiovasculares em geral. A dieta mediterrânea inclui peixes gordos de águas frias, frutas e vegetais, azeite, castanhas, grãos integrais, laticínios como iogurte natural e queijo branco, e porque não, uma taça diária de vinho, que é rico em polifenóis e resveratol, substâncias que também protegem o coração.

Confira no nosso E-book todas as nossas orientações sobre “Medicina Preventiva – A vitalidade dos hábitos saudáveis na prevenção de doenças” e se motive a criar ou permanecer fazendo práticas saudáveis para seu corpo e mente.

Compartilhe essas preciosas informações com seus amigos e espalhe notícias vitais por aí 😉