O verão é muito bom para tomar banho de mar, piscina, pegar aquela sauna e praticar esportes ao ar livre. Mas sabia que é nessa época do ano que a maioria das doenças causadas por fungos aparece? É que no verão, o ambiente torna-se mais quente e úmido e essas são as condições ideais para a proliferação dos fungos.

Os fungos causadores de doenças encontram-se em diversos lugares, como piscinas, praias, terra úmida, animais, utensílios de manicure e objetos compartilhados – e estão associados a diversos problemas de saúde. A micose, por exemplo, é causada por mais de 100 espécies de fungos que se alimentam da gordura e queratina presentes na nossa pele e unhas.

A boa notícia é que o óleo de coco e o óleo de orégano prensados a frio são dois tipos de alimentos que contêm ricas propriedades antifúngicas e, por isso, podem ser eficientes para ajudar a inibir esses micro-organismos indesejáveis.

Veja quais são as principais doenças relacionadas à fungos e o que fazer para combatê-las de forma natural!

Pés

Neles, os fungos podem causar frieira ou pé de atleta, que é a micose de pele entre os dedos e sola dos pés. Os sintomas são muita coceira e descamação; nas unhas eles causam a onimicose, que é uma infecção causada por fungos que se alimentam da queratina, proteína que forma a maior parte das unhas que podem ficar mais escuras e espessas.

O que fazer: evite sapatos fechados que, além de desconfortáveis, oferecem maior risco de infecção por fungos. Suavize e hidrate esta área do corpo com uma dose regular de óleo de coco prensado a frio; aplique-o e, em seguida, vista um par de meias para ajudar a pele a absorvê-lo. Sua pele vai ficar hidratada e seus pés livres de fungos!

neste-verao-proteja-se-dos-fungos-com-oleo-de-coco-e-oregano-2

Candidíase

É causada pelo fungo Candida albicans que ataca com mais frequência a região genital das mulheres causando corrimento, irritação e forte coceira.  Apesar de não ser considerada uma doença sexualmente transmissível – já que pode ocorrer mesmo sem um contato íntimo – é comum que parceiros de pacientes com candidíase também possam desenvolvê-la. A candidíase pode se desenvolver por diversos fatores, como a queda da resistência do organismo ou da resistência vaginal, favorecendo a multiplicação do fungo e a manifestação dos sintomas.

O que fazer: o tratamento é feito à base de remédios fungicidas orais ou locais e uso de preservativos (indicado para o paciente e também para o parceiro). Para evitar esse fungo, o ideal é evitar relações sexuais desprotegidas, usar roupas muito apertadas ou roupas íntimas de tecido sintético, deixar a área genital úmida por muito tempo (como uso de roupas de banho) e usar duchas vaginais em excesso.

E mais: Você pode consumir o óleo de orégano e o óleo de coco prensados a frio, que são grandes aliados da saúde feminina para o combate à candidíase. Isso porque um dos principais nutrientes presentes no óleo de coco é o ácido láurico, um tipo de ácido graxo que pode auxiliar na imunidade do corpo. Já o óleo de orégano prensado a frio possui ricas propriedades antibacterianas, antimicóticas e antivirais, podendo contribuir na inibição do fungo causador da candidíase.

neste-verao-proteja-se-dos-fungos-com-oleo-de-coco-e-oregano-1

Intestino

Os fungos também podem atacar o intestino provocando prisão de ventre, dores abdominais, cólicas e excesso de gases. Um dos motivos que podem causar a proliferação excessiva de fungos no intestino é a baixa na imunidade, gerada, por exemplo, pelo estresse ou pela administração de certos antibióticos em grandes quantidades e por períodos prolongados. Com a queda da imunidade, pode ocorrer a eliminação de grande parte da flora bacteriana intestinal (bactérias boas ao nosso corpo), favorecendo a reprodução em excesso de fungos.

O que fazer: Ter uma alimentação equilibrada é um dos principais fatores que contribuem para aumentar a imunidade do corpo e inibir a proliferação excessiva de fungos no intestino. E alguns nutrientes específicos podem ser grandes aliados no combate a esse desequilíbrio da flora intestinal.

O óleo de orégano prensado a frio pode ajudar a prevenir a proliferação de micro-organismos indesejáveis que causam incômodo intestinal, prisão de ventre e dores abdominais. Já o óleo de coco prensado a frio também possui propriedades biológicas que ajudam a destruir fungos e leveduras causadores de micoses, candidíase e aftas, além de auxiliar a inibir parasitas que podem causar infecções intestinais, como giardíase. Outras propriedades biológicas do orégano prensado a frio são as atividades antibacteriana e antifúngica, que fazem dele um grande aliado do sistema digestivo, ajudando a diminuir a formação de gases e a prevenir as cólicas no intestino.

neste-verao-proteja-se-dos-fungos-com-oleo-de-coco-e-oregano

Ajuda na imunidade

O carvacrol, um dos compostos potentes encontrados no óleo de orégano prensado a frio, é particularmente eficaz contra infecções bacterianas e mais responsivo do que outras ervas, como a equinácea, aumentando a imunidade do corpo. É também um remédio poderoso para o combate da candidíase e infecções fúngicas, especialmente para aqueles que são resistentes a drogas antifúngicas alopáticas.

Mas atenção! Ao consumir óleo de coco ou óleo de orégano, certifique-se de que eles tenham sido obtidos por primeira e única prensagem a frio, pois somente assim são mantidas as propriedades terapêuticas e nutricionais destes alimentos!

Gostou das dicas? Então aproveite que estamos em pleno verão e passe essas dicas para seus amigos! Afinal, compartilhar saúde é Vital!

Referências
http://www.prevention.com/beauty/coconut-oil-cures-for-your-skin-and-hair
http://www.allure.com/story/beauty-uses-for-coconut-oil
http://articles.mercola.com/herbal-oils/oregano-oil.aspx