Quais pais não gostam de ver seus filhos crescendo saudáveis e inteligentes? Desde que os bebês nascem, eles ficam atentos a todos os sinais de desenvolvimento e comemoram, com alegria, cada coisa nova que os pequenos aprendem, não é mesmo?

Uma boa notícia para esses pais, é que o DHA (ácido docosaexaenoico), um ácido graxo ômega 3, pode trazer muitos benefícios para bebês e crianças como: desenvolvimento do cérebro (e da inteligência),  melhora da coordenação motora e da visão. A explicação dos pesquisadores, é que as gorduras representam 60% do cérebro e do sistema nervoso do corpo, e o DHA é o principal componente da estrutura do tecido cerebral.

Dessa forma, o DHA desempenha um papel importante no desenvolvimento do sistema nervoso central, psicomotor (como coordenação das mãos), na função visual e na transmissão dos sinais nervosos pelo corpo.

Estudos sugerem ainda que, este ácido graxo ômega 3 de cadeia longa, tem tanto impacto no cérebro em desenvolvimento, que poderia até determinar o quão bem as crianças poderão se sair mental e socialmente!

dha-essencial-para-o-desenvolvimento-do-seu-filho1Mas você deve estar se perguntando “como faço para meu filho obter esse nutriente”?  Recém-nascidos e bebês em fase de amamentação, podem receber este nutriente através da mãe pelo leite materno e até mesmo antes do nascimento, pela placenta.

Já para as crianças pequenas, até os 5 anos, você pode inserir no cardápio peixes gordos de mares gelados como salmão selvagem, arenque, atum, anchova, cavala e sardinha.  Isso vale também para as grávidas e lactantes que passam o DHA para seu bebê, conforme explicado acima.

Mas se nem a mamãe e nem as crianças gostarem de peixe na dieta, é possível conseguir o DHA em forma de suplementos que são uma fonte segura da substância e, além disso, são fáceis de consumir!  O ideal é dar preferência para aqueles com níveis mais altos de concentração e livre de metais pesados. Porém, se a dieta for vegetariana, há suplementos feitos com DHA de algas que fornecem altos níveis de DHA por porção.

dha-essencial-para-o-desenvolvimento-do-seu-filho3

E qual é a quantidade diária recomendada?

Para que o DHA proporcione os benefícios citados, as grávidas devem ingerir pelo menos 400 mg da substância diariamente. Já os bebês em fase de amamentação podem obter o DHA diretamente da mãe – mas apenas se ela estiver consumindo a dose diária recomendada desta substância!

Crianças de seis meses a dois anos, podem ingerir até 100 mg por dia e, entre dois a cinco anos, o ideal é a ingestão de 200 mg diárias. Nesse caso o nutriente pode ser consumido por elas em alimentos enriquecidos com DHA como iogurtes, cereais ou os peixes citados acima (nesse caso a dieta não deve conter mais do que quatro porções por semana).

Para finalizar, estudos em andamento estão relacionando níveis baixos de DHA em bebês e crianças a problemas de aprendizado e comportamento, dislexia e até Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade.

Resumindo: suplementar a alimentação de bebês e crianças com DHA traz inúmeros benefícios de aprendizagem e nas funções do sistema nervoso e motor. E mais: o consumo de peixes ricos neste nutriente ou de suplementos é um hábito saudável que pode trazer benefícios para a vida toda.

Gostou dessas dicas? Compartilhe com seus amigos que têm filhos e deixe-os saber da importância do DHA para os pequenos!

Compartilhar saúde é Vital 🙂

Referências:
http://www.parenting.com
http://www.lifesdha.com
http://www.pediatriconcall.com