Vamos ser sinceros. Não é fácil perder peso, principalmente de maneira saudável. Muitas vezes é preciso mudar hábitos que estão enraizados há muitos anos e mais: mesmo com todo o esforço a gordura não some da noite para o dia. Mas dá para entender! As pessoas passam anos acumulando gordura e, quando decidem perdê-la, querem que ela suma em algumas semanas.

Mas se existe uma gordura perigosa e que merece atenção especial é a abdominal ou visceral. Isso porque ela também se acumula nos órgãos vitais e aumenta o risco de doenças graves, incluindo doenças cardíacas, diabetes e muitas outras.

Mas como a gordura se acumula na barriga?

A gordura visceral, também chamada de “gordura intra-abdominal” fica próxima aos órgãos vitais do corpo, incluindo o fígado, os rins e outros órgãos digestivos. Segundo estudos da Universidade de Cambridge (Reino Unido), o problema é que a gordura se comporta como um órgão na medida em que libera compostos no sangue e altera os níveis hormonais.

Quando a gordura é armazenada perto dos órgãos vitais, ela entra pela corrente sanguínea e começa a circular pelo corpo inteiro. Isso leva a problemas como artérias entupidas, hipertensão e até mesmo problemas com as funções metabólicas no corpo. Vários hormônios estão envolvidos no acúmulo de gordura da barriga, incluindo insulina, grelina, leptina e cortisol.

E quais as causas?

conheca-nove-maneiras-naturais-para-perder-a-gordura-abdominal

Uma das causas da gordura abdominal é o estilo de vida moderno. Veja:

– A insulina é o hormônio liberado quando consumimos carboidratos. Ela ajuda a tirar a glicose (açúcar) da corrente sanguínea e a traz para dentro das células para ser usada como energia. No entanto, quando muita glicose permanece no sangue, ela é armazenada para uso posterior como gordura corporal. Se a insulina está fora de sintonia, esse armazenamento de gordura pode sair do controle.

Os hormônios do apetite, incluindo a grelina e a leptina, controlam nossa fome antes das refeições e a saciedade após elas. Comer alimentos quimicamente alterados (que aumentam o apetite) e fazer dietas radicais, aliado a fatores genéticos e estresse, pode interferir na regulação do apetite.

– O cortisol é frequentemente chamado de “hormônio do estresse” porque liberamos mais dele quando estamos emocional ou fisicamente estressados. Embora necessitemos de cortisol para algumas funções essenciais, em grande quantidade ele pode contribuir para o acúmulo de gordura ao redor das vísceras e aumentar o apetite.

A perda efetiva de peso a longo prazo que resulta em diminuição da gordura visceral depende de mudanças permanentes na qualidade da dieta, ingestão de calorias (energia), hábitos de vida e também atividade física.

Veja agora nove maneiras de perder a gordura abdominal

1 – Comer mais alimentos que queimam gordura

conheca-nove-maneiras-naturais-para-perder-a-gordura-abdominal-1

O primeiro passo para reduzir a gordura da barriga começa com a comida. Comer alimentos naturais em vez de processados é um ótimo começo!

Concentre-se em comer alimentos naturais, especialmente vegetais. Isso ajuda a se livrar da gordura visceral indesejada e também dá ao seu corpo os nutrientes vitais de que ele precisa para funcionar adequadamente.

Comer alimentos saudáveis também faz com que você tenha uma dieta rica em fibras, que são benéficas para controlar o apetite, a digestão, a saúde do coração e muito mais.

Pesquisadores da Universidade de Minnesota afirmam que aumentar o consumo de fibras alimentares com frutas, verduras, grãos integrais e legumes é fundamental para conter a epidemia de obesidade.

A fibra solúvel, encontrada na aveia, cevada, ervilha, cenoura, feijão, maçã e frutas cítricas, ajuda a remover as partículas de colesterol do sistema digestivo, diminuindo o risco de doença cardíaca além de combater a obesidade.

2 – Fique longe de açúcar

O açúcar é um alimento muito prejudicial e  pode estar escondido em laticínios adoçados, sucos ou lanches prontos. O ideal é beber água pura, chá de ervas ou frutas com rodelas de limão.

3 – Perceba como está comendo  

O ato de comer consciente é muito importante para perder a gordura da barriga:

– Coma devagar;

– Esteja ciente de quanta comida é necessária para que você se sinta satisfeito;

– Evite comer enquanto estiver distraído ou fazendo outras atividades;

– Evite se alimentar enquanto estiver sob o efeito do estresse;

Saiba mais sobre alimentação consciente

4 – Pratique exercícios físicos de alta intensidade

Se você quer perder gordura, tem que malhar!  Uma das maneiras mais eficazes e eficientes para perder a gordura indesejada da barriga é o treinamento de explosão. Ele tem alta intensidade e é uma excelente maneira de queimar gordura em um curto período de tempo. Essas são as conclusões publicadas em um estudo em PudMed.

O treinamento de alta intensidade combina períodos curtos e intensos de exercício, com fases de recuperação lentas e repetidas durante uma curta sessão de 15 a 20 minutos. É feito em 85% a 100% com a frequência cardíaca máxima em vez de 50% a 70% em atividades de resistência moderada.

5 – Reduza o estresse

conheca-nove-maneiras-naturais-para-perder-a-gordura-abdominal-2

O estresse crônico é considerado perigoso pois aumenta o risco de doenças cardíacas, diabetes, transtornos mentais e doenças autoimunes e está ligado ao ganho de gordura e a maus hábitos alimentares.

Mas como? De acordo com pesquisadores do Centro de Pesquisas Biomédicas da Louisiana (EUA), o estresse se manifesta no corpo de várias maneiras que às vezes passam despercebidas: aumento dos níveis do cortisol, aumento dos níveis de açúcar no sangue, alterações no apetite, alterações no ambiente intestinal e problemas na tireoide prejudicando o funcionamento dos hormônios.

Tudo isso afeta o metabolismo e a capacidade de controlar os níveis de gordura corporal. Para controlar o estresse, experimente a prática de exercícios físicos regulares, meditação, yoga, passe mais tempo ao ar livre e faça atividades prazerosas.

6 – Durma o suficiente

A falta de sono é um dos fatores mais negligenciados que contribuem para a gordura da barriga. Pesquisadores da Universidade de Bristol (Reino Unido) dizem que ter uma boa noite de sono é importante para prevenção da obesidade. Isso porque dormir o suficiente ajuda a regular os hormônios do estresse, controla o apetite, fornece mais energia para o exercício físico e pode ajudar a reduzir o desejo por doces por causas emocionais.

7 – Tenha uma dieta com poucos carboidratos

Já ouviu falar da dieta cetogênica? Ela tem baixos carboidratos e é rica em alimentos que podem suprir as gorduras e algumas proteínas. Reduzir os carboidratos ajuda o corpo a queimar a gordura corporal armazenada para obter energia.

8 – Acelere seu metabolismo

conheca-nove-maneiras-naturais-para-perder-a-gordura-abdominal-6

Alguns alimentos são conhecidos por acelerar o metabolismo. Veja quais são:

– Pimenta: as pimentas quentes aumentam o ritmo cardíaco, promovem a transpiração e aumentam a taxa metabólica. A capsaicina, encontrada na pimenta caiena, pode aumentar a quantidade de calorias queimadas após seu consumo. Um estudo publicado no  “British Journal of Clinical Nutrition” descobriu que, quando os indivíduos consumiam capsaicina para manutenção do peso, a quebra de gordura aumentava.

– Chá verde: poucas coisas são mais benéficas do que o chá verde para acelerar o metabolismo. Em um estudo feito em Tokyo, os pesquisadores perceberam que beber o chá por 12 semanas reduziu a gordura corporal.

– Algas wakame: Em um estudo japonês na Universidade de Hokkaido, liderado pelo pesquisador Kazuo Miyashita, PhD, a fucoxantina encontrada no wakame promoveu a queima de gordura nas células de gordura dos animais.

9 – Faça abdominais

Depois de melhorar seus hábitos alimentares é preciso partir para os exercícios abdominais. Cerca de duas a quatro sessões de exercícios abdominais por semana podem fortalecer e definir seu abdômen e queimar a gordura corporal.

Um abdome forte também ajuda no equilíbrio e estabilidade, melhora a postura e pode ajudar a eliminar a dor nas costas relacionada ao peso extra.

Se você gostou desse texto, repasse-o para seus amigos, afinal compartilhar saúde é Vital!

Referências
ncbi.nlm.nih.gov
news.bbc.co.uk
cambridge.org
draxe.com
Como escolher um bom ômega?

A grande missão da Vital Âtman é promover a saúde

Baixe gratuitamente o e-book: Como escolher um bom ômega?

Baixe nosso E-book grátis