Imagine que existe um inimigo invisível que só dá sintomas quando está em estágio avançado. Várias doenças apresentam esse perfil e uma delas é a hipertensão arterial.

Popularmente conhecida como “pressão alta” essa doença não escolhe idade, classe social, profissão nem sexo.

Mas o que é a “pressão alta”? É um número relacionado à força que o sangue faz nas artérias para circular em todo o corpo. Quando este número é igual ou maior que 14 por 9 (140mmHg X 90mmHg) a pessoa é considerada hipertensa.

Aproveitamos que 26 de abril é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, para dar dicas de como combater essa doença de forma natural.

Mas antes vamos saber mais sobre a hipertensão arterial

cinco-maneiras-naturais-de-baixar-a-pressao-arterial

Estudos da Universidade do Alabama (EUA), feitas nos últimos 20 anos, mostraram que a maioria das pessoas em países em desenvolvimento econômico sofrem com pressão alta.

De acordo com o CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), existem milhões de pessoas em todo o mundo que estão lutando com sintomas de hipertensão arterial.

A partir de 2008, a prevalência de pressão arterial elevada em adultos com mais de 25 anos foi de cerca de 40% em todo o mundo.

O que é pressão arterial?

A pressão arterial é uma combinação de pressão sistólica e diastólica. A pressão sistólica representa a força do sangue, ou pressão, enquanto o coração está batendo e a pressão diastólica representa a pressão arterial quando o coração está em repouso.

A hipertensão arterial ocorre quando a pressão nas artérias e nos vasos sanguíneos se torna muito alta e a parede arterial fica distorcida, causando um estresse extra no coração. A pressão arterial elevada a longo prazo aumenta o risco de acidente vascular cerebral, ataque cardíaco e diabetes

Os números para detectar a pressão arterial são:

Normal: igual a 120/80 mm Hg;

Pré-hipertensão: sistólica entre 120 e 129 e diastólica inferior a 80;

Estágio 1 pressão arterial alta: sistólica entre 130-139 ou diastólica entre 80-89;

Estágio 2 pressão arterial elevada: sistólica pelo menos 140 ou diastólica pelo menos 90 mm Hg;

cinco-maneiras-naturais-de-baixar-a-pressao-arterial-1

Os danos causados pela pressão alta incluem dano arterial, aneurisma, insuficiência cardíaca, vasos sanguíneos bloqueados ou rompidos, função renal reduzida, perda de visão, perda da função cognitiva (concentração, memória e capacidade de aprender). E mais: síndrome metabólica: um grupo de distúrbios metabólicos, como colesterol e insulina elevados, aterosclerose e aumento do tamanho da cintura.

Geralmente não há sintomas à medida que a pressão arterial aumenta, mas os sinais de alerta para pressão alta podem incluir dores no peito, confusão, dores de cabeça, barulho ou zumbido nos ouvidos, batimentos cardíacos irregulares, hemorragias nasais, cansaço ou alterações na visão.

E quanto às causas?

Entre as principais causas estão: dieta rica em sal, estresse emocional, álcool, cafeína, fumo, obesidade, sedentarismo, pílulas anticoncepcionais e envenenamento por metais pesados.

Conheça agora cinco maneiras naturais de baixar a pressão arterial

Então, quais são as formas naturais para baixar a pressão arterial? Existem alimentos que reduzem a pressão sanguínea, bem como suplementos para reduzir a pressão arterial e mudanças de estilo de vida que você pode fazer. Essas substâncias são muito fáceis de incorporar em sua vida. Fazendo essas mudanças em seus hábitos diários, você pode criar rotinas novas ter uma vida muito mais saudável.

1 – Comece a tomar um suplemento de óleo de peixe de alta concentração!

cinco-maneiras-naturais-de-baixar-a-pressao-arterial-2

Uma das principais causas da hipertensão arterial é a inflamação nas artérias. Vários estudos demonstraram que o consumo de óleo de peixe, que é rico em ácidos graxos ômega 3, reduz a inflamação no corpo. Portanto, tomar um suplemento com alta concentração de ômega 3 e de alta qualidade todos os dias com as refeições é uma das melhores maneiras naturais de baixar a pressão arterial.

2 – Faça uma dieta no estilo mediterrâneo

Graças a alimentos como azeitonas e sementes de linhaça, as dietas mediterrâneas são muito ricas em frutas, vegetais, frutos do mar e ômega 3 saudáveis.

Os melhores alimentos da dieta mediterrânea são o salmão selvagem, azeite de oliva e muitas frutas e vegetais, que ajudarão a reduzir a pressão sanguínea naturalmente.

3 – Tome magnésio

O mineral magnésio é ótimo porque ajuda a relaxar os vasos sanguíneos e pode ter um impacto imediato na redução da pressão arterial (e muitas pessoas têm deficiência de magnésio). Então você pode tomar suplementos de magnésio.

4 – Melhore seu nível de potássio

cinco-maneiras-naturais-de-baixar-a-pressao-arterial-4

Alimentos ricos em potássio, como abacate, melão, água de coco e banana ajudam a neutralizar os efeitos do sódio e protegem contra a hipertensão.

A água de coco é uma ótima opção se você também quiser se hidratar. Outra maneira deliciosa de aumentar os níveis baixos de potássio e diminuir naturalmente a pressão sanguínea é tomar a água de coco todos os dias no café da manhã.

5 – Mantenha a coenzima Q10 em equilíbrio

A Coenzima Q10, mais comumente conhecida como CoQ10, é um antioxidante fundamental para a saúde do coração, principalmente se você já teve pressão alta ou tomou medicação para baixar o colesterol.

E quais os melhores alimentos para quem tem pressão alta?

Uma dieta saudável também pode ajudar a controlar a pressão arterial. Veja quais alimentos você deve consumir para isso.

– Alimentos ricos em ômega 3: coma salmão selvagem, chia e sementes de linhaça para reduzir a inflamação;

– Alimentos ricos em fibras: alimentos não processados, ricos em fibras, como vegetais, frutas e sementes, devem ser a base de qualquer dieta saudável;

– Alimentos com baixo teor de sódio: o consumo excessivo de sal aumenta a pressão arterial. Limite seu consumo a não mais do que 1.500 a 2.000 mg por dia;

– Alimentos ricos em potássio: O potássio neutraliza os efeitos do sódio e ajuda a baixar a pressão arterial. Inclua alimentos como melão, abacate e banana.

Como você viu, uma dieta saudável vai ajudar no controle da sua pressão arterial e também na sua saúde como um todo.

Se você gostou desse conteúdo repasse-o para seus amigos, afinal compartilhar saúde é Vital!

Referências:
ncbi.nlm.nih.gov
cdc.gov/dhdsp
draxe.com
Como escolher um bom ômega?

A grande missão da Vital Âtman é promover a saúde

Baixe gratuitamente o e-book: Como escolher um bom ômega?

Baixe nosso E-book grátis