Cupom 15% OFF
Procurando categoria

Eu Bem Melhor

Eu Bem Melhor 18 de abril de 2019

Conheça substâncias naturais que combatem as inflamações!

Você sabia que muitas doenças que existem hoje em dia são provocadas por inflamações? Este é um processo que acontece no organismo que vai muito além dos sintomas mais conhecidos como vermelhidão, dor, edema e sensação de calor.

Só para você ter uma ideia, até mesmo a gordura, causada pelo excesso de peso, pode passar por um processo de inflamação e causar vários prejuízos ao corpo.

Por isso nesse blog post vamos explicar como funciona o processo de inflamação e mais: como substâncias naturais podem ajudar a combater esse problema. Veja!

Eu Bem Melhor 11 de dezembro de 2018

Treine sua mente e se supere na atividade física

Ah, hoje eu não vou porque está chovendo. Amanhã eu não posso porque as crianças entram mais cedo na escola. Bom, ontem eu não fui então não adianta nada ir hoje. Segunda-feira eu começo.

Quem nunca usou essas desculpas para não fazer uma atividade física? A gente sabe, não é fácil trocar o travesseiro pelo tênis de corrida, mas é possível preparar a mente e parar de dar desculpas para si mesmo.

Eu Bem Melhor, Faz Bem Estar Bem, Isso é Vital 19 de julho de 2016

Alimentação e inflamação, compreenda essa relação

Os alimentos que você ingere podem ajudar a manter a resposta inflamatória do seu corpo sob controle e evitar doenças crônicas.

Com as doenças autoimunes em ascensão, cada vez mais os estudos têm dado atenção à ligação entre elas e a inflamação, que tem causado inúmeras mortes nos últimos anos. A boa notícia é que os estudos têm focado nas diversas formas de inflamações aparentes no corpo e em como elas podem ser controladas.

O que é a inflamação?

Algum nível de inflamação no corpo é essencial, pois é um componente chave de resposta do sistema imunológico contra invasores. O sistema imunológico envia células brancas do sangue e outros mensageiros químicos para proteger o corpo contra ameaças tais como agentes patogênicos. A inflamação refere-se ao efeito amigável que ocorre durante este processo.
A diferença entre a inflamação que protege o seu corpo e a “inflamação disfuncional” (o tipo causador de doenças), é que neste segundo tipo, as células brancas do sangue e outros compostos não diminuem quando a ameaça é extinta. Seu sistema imunológico permanece em exaustão, os revestimentos das células sanguíneas são corroídos, os tecidos saudáveis são danificados, e preparados para “receber” as doenças crônicas.

“Se a resposta inflamatória fosse desligada, não teríamos sistema imunológico para nos proteger contra vírus, bactérias, agentes patogênicos, parasitas e câncer”, diz o Dr. Katz, médico PhD e autor do livro “À prova de doenças: A verdade notável sobre o que nos faz bem”. “Nós não viveríamos muito tempo. Precisamos da inflamação para sobreviver. Mas se o nosso sistema imunológico não funciona adequadamente, a inflamação pode nos matar.” diz o médico. Sua pesquisa mostra que a inflamação está ligada a algumas das principais causas de morte nos Estados Unidos, incluindo doenças cardíacas, derrame e câncer, bem como a obesidade, diabetes e demência. Hoje em dia, até 50 milhões de americanos estão afetados por doenças autoimunes tais como artrite reumatoide, lúpus, esclerose múltipla, e síndrome do intestino irritável.

O que causa a inflamação?

Uma série de fatores no ambiente em que vivemos e em nosso cotidiano podem levar à inflamação excessiva. Cigarros, poluição, falta de atividade física, obesidade, sono inadequado, estresse e até mesmo a solidão podem debilitar seu sistema imunológico. A alimentação é um dos fatores que mais causam a inflamação, assim como, é também o melhor caminho para curá-la.
“A alimentação é o material de construção das células brancas do sangue, mensageiros químicos e hormônios,” diz o Dr. Katz. “Certos elementos encontrados nos alimentos podem ser usados para gerar compostos inflamatórios, e certos elementos podem gerar compostos anti-inflamatórios. Se você tem um desequilíbrio em sua dieta, você vai ter um desequilíbrio também no resultado dela. “

O que você pode comer para combater a inflamação?

Assim como a inflamação não é inerentemente boa ou má, o Dr. Katz destaca que, quando falamos de alimentação, não é necessário concentrar-se em bons ou maus alimentos. “As pessoas têm uma tendência a começar uma dieta com fervor religioso”, diz ele. “Mas tudo depende do contexto, é uma questão de equilíbrio.” Por exemplo, sabemos que alimentos ricos em ácidos graxos ômega 3 são anti-inflamatórios.
Pesquisadores de Harvard descobriram que o nosso corpo converte os ácidos graxos ômega 3 em compostos que provocam uma espécie de desligamento no processo inflamatório. Mas isso não significa que você deve devorá-los. “Além de serem anti-inflamatórios, os ácidos graxos ômega 3 quando consumidos em níveis extremamente elevados, podem inibir as plaquetas e evitar a coagulação.”
Para nós, no entanto, consumir mais ômega 3 faz sentido, porque vivemos em um mundo onde ácidos graxos ômega 6 (promotores de inflamação) são encontrados com frequência em alimentos como frituras e industrializados. Minimizando o consumo desses alimentos e ingerindo mais opções de alimentos ricos em ômega 3, como sardinha, salmão, atum, arenque, linhaça e nozes, ou suplementando com suplementos de boa qualidade e isentos de metais tóxicos, já estaremos colaborando com o equilíbrio do nosso organismo e um sistema imunológico saudável.

“Nada precisa ser eliminado”, diz Dr. Katz. “Meu conselho pessoal é que você coma alimentos saudáveis. Se você conseguir manter uma dieta composta de alimentos nutritivos, como frutas, legumes, cereais integrais, feijões, lentilhas, óleos vegetais, peixes, carnes e ovos, você acaba recebendo os nutrientes que precisa para manter a inflamação sob controle. “Também sobra pouco espaço para itens inflamatórios como gorduras saturadas e amido refinado. Mas, se você ingeri-los de vez em quando, seu corpo já estará preparado para afastar os compostos causadores da inflamação, graças aos nutrientes que compõem a maior parte da sua dieta.

Para Dr. Katz, uma referência de dieta saudável baseia-se em muitos dos alimentos encontrados em uma dieta de estilo mediterrâneo. “Seguir este tipo de dieta pode reduzir riscos de inflamações e consequentemente, riscos de doenças.” diz ele. Em um estudo publicado na revista Blood, pesquisadores encontraram uma associação entre dieta mediterrânea e níveis mais baixos de plaquetas e glóbulos brancos. Outras pesquisas têm atribuído a dieta mediterrânea à uma diminuição do risco de doença de Alzheimer, diabetes, acidente vascular cerebral, ataque cardíaco, doença arterial coronariana, e muito mais.

O papel do Ômega 3 na inflamação
Os ácidos graxos ômega 3 atuam como inibidores de substâncias químicas produzidas naturalmente pelo organismo humano durante um processo inflamatório. Eles possuem ação anti-inflamatória, ao reduzir a síntese de derivados do ácido araquidônico: prostaglandina, tromboxano A2, prostaciclina e leucotrieno B4. A suplementação com ácido graxo ômega 3 pode ser valiosa, principalmente na abordagem de doenças que exijam tratamento crônico com anti-inflamatórios.

“Controlar a inflamação através da dieta pode ser bastante simples”, diz Dr. Katz. “O consumo de alimentos saudáveis juntamente com a prática de exercícios, dormir o suficiente e passar tempo com as pessoas que amamos, é a fórmula para viver uma vida mais longa. As pessoas que vivem dessa forma não são apenas saudáveis, elas são também mais felizes. No final, o equilíbrio é o que vai fazer você chegar lá.”

Eu Bem Melhor, Faz Bem Estar Bem, Isso é Vital 14 de julho de 2016

Você sabia que o óleo de semente de abóbora pode auxiliar na calvície masculina?

Acredita-se que tanto o aumento da próstata quanto a calvície masculina, são resultado – pelo menos em grande parte, de um excesso de produção de DHT (hormônio diidrotestosterona). O beta sitosterol, delta 7 esterina e compostos do óleo de semente de abóbora, reduzem o efeito da DHT nas células da próstata, e também podem ajudar a prevenir que ele tenha um efeito negativo sobre seus folículos pilosos, evitando assim a perda de cabelos.

A nutricionista Alessandra Goettems vai explicar como isso é possível.

 

Destaques, Eu Bem Melhor, Faz Bem Estar Bem 12 de julho de 2016

6 boas razões para dedicar um dia à sua saúde mental

Lembre-se: Você não é um robô.

Todo mundo fica exausto de trabalhar muito – e você não é exceção. É aí que um dia dedicado ao descanso da mente pode te resgatar.
Pesquisas mostram que está cada vez mais difícil as pessoas tirarem férias, porém há tantos benefícios em passar um dia fora do escritório!

Se está difícil tirar férias, apenas um dia de descanso para sua mente pode ser muito eficiente e saudável. Abaixo estão algumas “desculpas saudáveis” ​​para tirar um dia de folga apenas para si mesmo:

  1. Ajuda diminuir o estresse

Inúmeras horas de trabalho juntamente com as longas listas de afazeres são o suficiente para fazer alguém se sentir exausto. O trabalho é uma das principais causas de estresse e pode se tornar um problema sério se não for tratado adequadamente, razão pela qual é recomendado tirar um dia para si mesmo se você está se sentindo mais sobrecarregado que o habitual.

Se você sempre se sente ansioso ou nervoso quando está indo trabalhar, é sinal de que precisa de um dia de higiene mental.

  1. Você pode explorar o seu próprio bairro

Quando foi a última vez que você parou para apreciar a beleza do lugar onde vive? Com o dia de folga, sua agenda tem espaço para que você possa fazê-lo. Você pode conferir uma feira local, passar alguns momentos no parque mais próximo – seu humor melhorará durante o passeio. Faça o que fizer, faça da experiência uma aventura.

  1. Você vai ser mais produtivo quando voltar

Os dias de folga são como o oxigênio para o cérebro. Você está dando à sua mente a chance de descomprimir, o que pode ajudar a aumentar a produtividade e criatividade em longo prazo. Em outras palavras, você está essencialmente ajudando a sua empresa, tendo um dia de folga!

  1. Você pode finalmente resolver sua lista de afazeres

Não, não aqueles que estão sobre a sua mesa. A sua lista pessoal. Você estava querendo limpar a sala de estar? Doar aqueles livros e roupas que estão separados há meses? Experimentar um novo local para almoçar? Visitar sua nutricionista e colocar a dieta em dia?  Agora é a hora de fazê-lo. Quando os afazeres pessoais estão acumulados, temos impressão de que a energia não flui, fica estagnada. E isso acaba ocupando espaço em nossos pensamentos, podendo atrapalhar até mesmo o desempenho no trabalho.

Dando-se a oportunidade de recuperar o atraso em prazeres pessoais lhe permitirá retornar à sua mesa de trabalho em um melhor estado de espírito.

  1. Você pode tirar algumas horas de sono muito necessárias

Não há dúvidas sobre isso: O sono é um potencializador de desempenho. Uma maneira de obtê-lo? Um dia de folga.
Alguns especialistas concordam que um dia de trabalho ideal seria começar às 10 horas, para que os funcionários possam dormir e estar em um ritmo mais produtivo, mas se isso não acontecer tão cedo, um dia de saúde mental pode ajudar a aliviar um pouco a exaustão. Tire algum tempo para descansar (sestas ajudam!) e voltar ao trabalho bem acordado e pronto para conquistar suas tarefas.

  1. Você vai se sentir renovado quando acabar.

E por fim, os dias de saúde mental permitem que você se desligue e se reoriente – e isso pode torná-lo um funcionário mais feliz e mais saudável. Claro que os dias de saúde mental não são a cura para todos os males, mas eles são pausas agradáveis e podem te dar a oportunidade de carregar suas baterias.

Nós não sabemos o que você faz para ganhar a vida, mas sabemos que uma hora ou outra você precisa de uma pausa. Escute seu corpo, dê um descanso para sua mente e volte melhor e mais disposto! Viver bem é Vital!

Eu Bem Melhor, Faz Bem Estar Bem, Isso é Vital 7 de julho de 2016

Você sabia que protetor celular é tão importante quanto o protetor solar?

É bem provável  que em um dia maravilhoso de sol, você lembre com facilidade de passar seu protetor solar nos horários adequados, certo?

E hoje a nutricionista Alessandra Goettems vai falar a respeito do seu PROTETOR CELULAR, que é uma fusão de vitaminas que protegem o organismo pela ação antioxidante.

Consulte seu nutricionista e esteja sempre protegido!

css.php