Há muito tempo atletas usam dieta e suplementos para ajudar a aumentar a força, a resistência e o desempenho. Já na Grécia antiga, os atletas eram aconselhados a consumir carnes e vinhos exóticos, na esperança de obter vantagem sobre seus oponentes.

No início de 1900, o atleta de circo Eugen Sandow começou a usar métodos de exercícios e hábitos alimentares para desenvolver seus músculos. Logo outros fisiculturistas seguiram o exemplo e começaram a ingerir extrato de carne bovina para ajudar a acelerar a recuperação muscular.

Felizmente de lá para cá evoluímos muito. Cada vez mais pesquisas demonstraram como os suplementos podem ser benéficos para melhorar o desempenho e aumentar a força e os músculos dos atletas.

Mas atenção! Antes de consumir qualquer suplemento, verifique se a empresa é idônea e se está há bastante tempo no mercado, afinal é sua saúde que está em jogo.

VEJA COMO ESCOLHER UM BOM SUPLEMENTO

Conheça agora os 7 melhores suplementos para atletas

conheca-as-7-melhores-substancias-para-atletas-de-alta-performance-4

 

1 – Ácidos Graxos Ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 têm sido associados a uma longa lista de benefícios à saúde. Além de melhorar a saúde do coração, mantendo os níveis de colesterol sob controle, os ácidos graxos ômega 3 também podem melhorar a imunidade e aliviar inflamações. Estas são as conclusões de estudos do Colégio Albany de Farmácia e Ciências da Saúde (EUA). Este efeito anti-inflamatório também pode ajudar a prevenir lesões esportivas em atletas de elite.

2 – Vitamina D3

A vitamina D3 é encontrada em alguns alimentos e sintetizada pela pele como resultado da exposição solar. De acordo com estudos do Departamento de Medicina de Amsterdã, Holanda, esta vitamina trabalha com outros micronutrientes para promover a saúde óssea e está envolvida em vários outros aspectos da saúde. E mais: estudos da Universidade de Londres concluíram que a suplementação de vitamina D3 foi eficaz no aumento da força de membros superiores e inferiores em indivíduos saudáveis durante um período de quatro semanas a seis meses.

ATLETA: SAIBA MAIS SOBRE COMO A VITAMINA D3 PODE MELHORAR SEU DESEMPENHO

conheca-as-7-melhores-substancias-para-atletas-de-alta-performance

3 – Óleo de Linhaça Prensado a frio

Um estudo publicado no “Journal of Nutrition” descobriu que as sementes de linhaça e nozes podem diminuir a obesidade e ajudar na perda de peso.

Como a linhaça é rica em gorduras e fibras saudáveis, ela contribui para aumentar a sensação de saciedade. Isso faz com que os atletas consumam menos calorias, o que pode levar à perda de peso.

O ALA, (ácido alfa-linolênico, ácido graxo ômega 3 vegetal) presente no óleo de linhaça prensado a frio, também pode ajudar a reduzir inflamações e ajudar no equilíbrio hormonal, o que também ajuda a perder de peso. Isso porque o organismo inflamado tende a manter o excesso de peso.

4 – Óleo de gergelim prensado a frio

O cobre é uma substância anti-inflamatória natural, e os altos níveis desse mineral encontrados no óleo de gergelim prensado a frio, podem ajudar a reduzir a inflamação e desconforto de várias doenças, como a gota e artrite. Ele reduz o inchaço das articulações, fortalece os ossos e vasos sanguíneos, ajudando a mantê-los fortes e resistentes por muitos anos, sem sinais de inflamações. Todos esses benefícios são muito desejados por atletas, especialmente aqueles de alta performance.

 conheca-as-7-melhores-substancias-para-atletas-de-alta-performance-3

5 – Colágeno

O colágeno é a proteína mais abundante no corpo e é encontrada em todos os ossos, músculos, pele, ligamentos e tendões. Infelizmente, à medida que envelhecemos, a quantidade de colágeno que o nosso corpo produz começa a diminuir, resultando em sintomas como dor nas articulações, problemas de pele e recuperação mais lenta.

Fazer a suplementação com colágeno é uma ótima maneira de combater estes problemas e aumentar os níveis de colágeno em seu corpo para obter resultados mais rápidos.

Estudos da Universidade de Chicago (EUA), mostram que o colágeno pode aliviar a dor nas articulações e aumentar a densidade mineral óssea, o que pode ajudar a proteger o corpo contra danos relacionados ao exercício físico.

6 – Proteína De Soro De Leite

Mais conhecida como “Whey Protein” é um dos suplementos alimentares mais populares entre os atletas.  Esta proteína pode ajudar a estimular a síntese muscular para melhorar a rotina de exercícios.

Pesquisas da Universidade de West Lafayette, Indiana (EUA), descobriram que a proteína do soro pode ajudar a maximizar o crescimento muscular e melhorar a composição corporal, aumentando a massa corporal magra.

7 – Creatina

A creatina é um ótimo suplemento para atletas que buscam aumentar a força e a massa. De acordo com um estudo publicado pela Baylor University, a creatina tem propriedades ergogênicas significativas, o que significa que pode ajudar a melhorar o desempenho, resistência e recuperação dos atletas.

Mas como escolher um bom suplemento?

healthy lifestyle, medicine, nutritional supplements and people concept - close up of male hands holding pills with cod liver oil capsules and water glass

Um bom suplemento, além de ser de uma empresa idônea, como dissemos acima, deve ter as seguintes características:

– No caso do ômega 3, o suplemento deve ter a concentração adequada de nutrientes (ativos). Aqui é preciso ficar atento ao rótulo do produto. Ele deve conter todas as informações nutricionais presentes na formulação, principalmente a quantidade de EPA (ácido eicosapentaenoico) e DHA (ácido docosahexaenoico). Apenas os bons suplementos contêm a concentração diária recomendada para sua saúde.

– Conter Vitamina E: é essencial para a preservação do produto. A Vitamina E atua como antioxidante, o que mantém a qualidade do óleo. Além disso, esta vitamina é um excelente antioxidante natural, que faz bem para a sua saúde e para a melhor durabilidade dos ácidos graxos! Mais uma vez, olho no rótulo!

– Ser prensado a frio: nos suplementos que contém ALA (ômega 3 de origem vegetal), certifique-se de que ele foi obtido pelo método prensado a frio.  É o único método de extração de óleos vegetais capaz de garantir a integridade funcional de um óleo 100% puro, que oferece os benefícios das matérias primas ricas em ômegas.

– Ser livre de metais tóxicos: infelizmente bilhões de toneladas de lixo tóxico são jogados, todos os anos, nos oceanos. Entre eles estão alguns metais pesados como arsênico, chumbo, cádmio, mercúrio e alumínio, que podem entrar em nossa cadeia alimentar através do consumo de peixes e seus derivados.

Importante:  se você pretende ser um atleta de alta performance é indispensável que você seja orientado por um profissional da área médica ou esportiva. Além disso, é recomendável consultar um nutricionista que poderá balancear sua dieta de acordo com suas necessidades.

Se você gostou deste conteúdo repasse-o para seus amigos e familiares, afinal compartilhar saúde é Vital!

Referências:

academic.oup.com

ncbi.nlm.nih.gov

draxe.com