O que são alimentos bioativos?

Os alimentos bioativos tem como característica ativar a vida. O seu potencial nutricional é elevado, quantitativo e rápido e o energético é praticamente infinito, é de fácil digestão e assimilação. 

A sua estrutura molecular mantém-se conservada e estruturada para permitir ao corpo  utilizar a energia sem muito desgaste. Eles são ricos em substâncias biologicamente ativas  como os minerais, vitaminas, enzimas, proteínas, lipídeos, carboidratos complexos e antioxidantes.

Estes alimentos favorecem a saúde, contribuem para o funcionamento dos órgãos ao manter a vida ativa, mineralizada, energizada, vitalizada e viva. Ajudam na diminuição dos processos inflamatórios do organismo, dificulta a absorção de radicais livres pelas células e com isto reduz o risco de oxidação elevada e doenças. 

Os alimentos bioativos são encontrados nas frutas, legumes, ervas, hortaliças, sementes oleaginosas, nozes e castanhas e cereais integrais.

Deve ser a  base da alimentação humana com o mínimo de 50% de consumo diário no estado fresco e cru, porque o cozimento principalmente acima de 40 a 60 graus de temperatura interferem em suas funções biológicas ao degradar proteínas, vitaminas e enzimas. Sua riqueza em fibras e água estruturada (apresenta elétrons no exterior da molécula íntegros), permite depuração do intestino e excreta junto com as fezes toxinas, mucos e resíduos não absorvidos. 

Ao serem consumidos crus e vivos facilitam a absorção de sais minerais e propicia um corpo alcalinizado e mineralizado. Isto gera um metabolismo eletroquímico equilibrado e facilita a comunicação eficaz entre todas as células do organismo. 

Texto por Dr.Eduardo Silva
Neurocirurgião
CRM: 36865